Home / Treinamento/Ensino / SENAI – Formando profissionais para manutenção eletrônica e introduzindo o ensino dos Localizadores de Defeitos

SENAI – Formando profissionais para manutenção eletrônica e introduzindo o ensino dos Localizadores de Defeitos

Desde a invenção do transistor a eletrônica avança a passos largos e está cada vez mais presente em todos as áreas da atividade humana. Hoje, placas e módulos eletrônicos são massivamente utilizadas em diversos segmentos, de computadores,  eletrodomésticos e automóveis, a praticamente todos os setores industriais.

E, em algum momento de sua vida útil, essas placas apresentam defeitos.  Se fôssemos estimar a quantidade de placas e módulos eletrônicos que precisam de conserto a cada ano encontraríamos um número imenso.

O crescimento da demanda por conserto é contínuo e estudos mostram que o só no mercado de remanufatura (reparo feito pelo próprio fabricante) de placas eletrônicas o crescimento será de impressionantes 41% ao ano, e que o de recondicionamento (reparo feito fora da fábrica) de placas circuito impresso montadas crescerá 26% ao ano até 2018 (Revista IPESI – março/abril 2014).

Como consequência, cresce a cada dia a demanda por mão de obra capacitada, capaz de fazer a manutenção de placas eletrônicas em todos os segmentos. A escola SENAI vem buscando capacitar profissionais para atender a esse mercado crescente e carente.

O SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) é uma importante instituição brasileira do terceiro setor que tem como foco principal a formação de recursos humanos para a indústria. Uma de suas grandes preocupações é atualizar continuamente o conteúdo de seus cursos para atender às necessidades atuais e futuras do mercado, ensinando novas tecnologias que surgem na manutenção de placas eletrônicas.

Uma boa iniciativa nesse sentido é a do SENAI Anchieta de São Paulo – Capital, onde os alunos do curso superior de Tecnologia em Eletrônica Industrial contam com a disciplina “MANUTENÇÃO DE CIRCUITOS ELETRÔNICOS”, onde é ensinado análise de circuitos visando encontrar a origem de falhas, juntamente com métodos de diagnósticos. Um dos métodos ensinados é a comparação de curvas tensão x corrente utilizando Localizadores de Defeitos, que oferece vantagens tecnológicas sobre métodos tradicionais. Na análise de circuitos usando os Localizadores de Defeitos é possível encontrar os componentes defeituosos com precisão e eficácia, não dependendo de esquemas elétricos nem mesmo conhecimentos profundos sobre o funcionamento do circuito.

Essa disciplina também será oferecida em breve no curso técnico do SENAI Anchieta.

Com essa base, os alunos já formados ingressam no mercado de trabalho prontos para atuar em centros de reparo, departamentos de manutenção de indústrias ou mesmo em prestadores de serviços, sem ter que passar por longos aprendizados práticos, o que é comum. E também podem atuar na especificação de boas ferramentas para os laboratórios, o que constitui um grande avanço, pois faltam profissionais com essa capacitação.

Outra grande iniciativa do SENAI é o novo curso “Reparador de Circuitos Eletrônicos” na modalidade “Formação Continuada”, para pessoas que querem continuar a estudar, mesmo que já tenham concluído o curso técnico ou superior, que buscam desenvolver competências relativas ao funcionamento e reparação de circuitos eletrônicos. A carga horária é de 280 horas e o treinamento já é oferecido em 7 unidades SENAI do estado de São Paulo, nas cidades de Jaguariúna, Americana, São José dos Campos, Mogi das Cruzes, Rafard, Jaú e Bragança Paulista.

Na unidade SENAI de Jaguariúna-SP que oferece o curso também será ensinado operação e utilização dos Localizadores de defeitos no diagnóstico de defeitos com as vantagens já informadas.

Para mais informações consultem o site do SENAI. http://www.sp.senai.br/senaisp/

 

Veja Mais

IMPLANTE REPARO – na prática um sucesso

O treinamento IMPLANTE REPARO da VeRSis está sendo um sucesso em diversos segmentos, demonstrando que atende …

2 comentários

  1. Fiz um curso na área de conserto e reparo de centrais mas gostaria de me aperfeiçoar nesta área com um curso completo

  2. André Sigismundo dos Santos

    gostaria de fazer um curso técnico ou superior, na Área de manutenção de placas eletrônicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *