Home / Testes funcionais eletrônicos / Teste de placas de assinantes de centrais telefônicas

Teste de placas de assinantes de centrais telefônicas

Uma das especialidades de VeRSis  é o teste de placas de assinantes de centrais telefônicas públicas. A primeira aplicação da inovadora tecnologia de hardware flexível  desenvolvida  pelos engenheiros da VeRSis  foi  em um testador de placas de assinantes da central telefônica TRÓPICO R e RA, produzidas na época pela Promon e pela Alcatel. O projeto de desenvolvimento do testador funcional flexível de módulos eletrônicos recebeu apoio da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo  e do CNPq.

Partindo  desse projeto, com a utilização da mesma plataforma  flexível, a VeRSis lançou o testador SMART-T de placas de assinante Trópico e o SMART-E de placas de assinante da central EWSD Siemens.

Em breve, a empresa lançará no mercado o SMART-A, um testador de placas de assinante da central AXE da Ericsson.

Essa  é uma tecnologia muito importante para a manutenção dessas centrais de telefonia fixa, que existem em grande quantidade pelo Brasil e que reúnem dezenas  de milhares de placas de assinante. O teste realizado pelo SMART é baseado em testes de fábrica, sendo paramétrico e muito abrangente.

Antes do surgimento do SMART, para se reparar placas de assinantes utilizavam-se gigas de teste de alto custo  só existentes nos fabricantes, ou centrais telefônicas também de alto custo mas que   provocavam um gargalo no processo  pois eram usadas  para  testar diversos modelos de placas alem das de assinante.

Com a tecnologia SMART  da VerSis , a central é simulada por software e, em poucos minutos, o teste é realizado com apresentação de relatório completo  do resultado do teste e a indicação das falhas e circuitos  defeituosos a serem reparados.

As dimensões dos testadores SMART são reduzidas, sendo facilmente transportáveis e funcionam acoplados a um desktop PC ou notebook com operação muito simples.

Além do reparo, o SMART é utilizado para triagem de placas que vêm de campo mas não se sabe se tem ou não defeito, porque o técnico, ao consertar uma central nem sempre consegue identificar a placa que deu defeito, após  trocar várias delas. Essa triagem representa uma grande economia, pois uma boa porcentagem das placas estão sem defeitos e não precisam ser enviadas para reparo.

Com essa expertise, a VeRSis tem fornecido tal tecnologia para a Ericsson, Nokia-Siemens e outras empresas que prestam serviços de reparo para a Telefonica, Oi, Brasil Telecom, Telemar, como a Logictel, Eletroforma, Nexvia, Brasox.

2 comentários

  1. Eu não sei se estou chegando atrasado a procura de aparelho que possa me ajudar, eu gostaria de saber o preço do aparelho, VRS, 575, depois de pesquisar me deparam com o artigo explicando as funções do VRS. E estou interessada em comprar, onde posso comprar, e qual a forma de pagamento. Aguardo resposta.

  2. Preciso adquirir urgente esse testador.No estado de Rondônia ha muita incidência de descargas atmosfericas.Danicando centrais telefônicas na crande moiria Ericson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *